Artigos Técnicos

Químicos: E&P pede insumos multifuncionais, mas formulação exige esforços

Petroleo e Energia
2 de março de 2015
    -(reset)+

    Texto: Thiago Alonso

    Revista Petróleo & Energia, Químicos: E&P pede insumos multifuncionais, mas formulação exige esforços

    Thiago Alonso da Dow Chemical

    Químicos multifuncionais são uma das tendências no mercado de petróleo e gás para a exploração de petróleo no offshore brasileiro. Esses produtos são necessários porque é possível aplicar, por meio de um único umbilical, grande parte dos insumos químicos de garantia de escoamento topside com relação à árvore de natal molhada (ANH) ou por meio da injeção de fundo de poço na zona de produção próxima ao canhoneado. Os materiais usualmente injetados hoje em dia são inibidores de incrustação, sequestrantes de H2S, dispersantes de parafinas e asfaltenos, e desemulsificantes. Na maioria das vezes, esses químicos não são compatíveis entre si, gerando resíduos ou até causando desativação mútua. Um exemplo bastante comum é a aplicação de inibidores de corrosão (às vezes catiônicos) e inibidores de incrustação (aniônicos). Moléculas com carga positiva e negativa podem reduzir a eficácia umas das outras. Um exemplo típico de uma formulação combo muito requisitada é a combinação de inibidores de incrustação (fosfonatos ou polímeros) e sequestrantes de H2S (triazinas). A triazina é alcalina e ajuda a elevar o pH do fluido de produção, contribuindo para a formação de carbonatos na presença de CO2.

    Revista Petróleo & Energia, Químicos: E&P pede insumos multifuncionais, mas formulação exige esforçosOs requisitos para os químicos multifuncionais de sucesso estão relacionados à garantia de integridade em toda a linha de injeção, sem precipitação e sem corrosão, algumas vezes sendo necessária a compatibilidade com metanol ou etanol (no caso brasileiro) aplicado para inibir hidratos, baixa viscosidade e solução em uma fase única e homogênea em toda a linha de injeção. Com o presente estudo, conduzimos misturas usando um diagrama ternário para a combinação de solventes oxigenados, primeiro com um redutor de fricção (Demtrol™ D-810 RF) e um inibidor de incrustação (Accent™ Scale Inhibitor 1125 e 1130) e, após isso, com um sequestrante de H2S (Abate* S-200 Scavenger) com novamente um inibidor de incrustação. Um solvente mútuo formulado que foi desenvolvido com o software Chemcomp®, exclusivo da Dow Chemical, demonstrou ter boas características de acoplamento para algumas formulações após os testes de compatibilidade e envelhecimento.

    Introdução – No campo de petróleo e gás, muitos operadores expressam a necessidade de reduzir a quantidade de pontos de injeção, especialmente para aqueles que trabalham em águas profundas. A criação de novas moléculas que apresentam duas ou três propriedades desejáveis pode atender essa necessidade. No entanto, uma alternativa viável que pode ser colocada em prática facilmente e tem maior probabilidade de obter resultados mais rápidos é o desenvolvimento de produtos multifuncionais, misturas de dois ou mais princípios ativos já conhecidos. Os bem estabelecidos demulsificantes, inibidores de corrosão, inibidores de incrustação, sequestrantes de H2S e biocidas podem ser combinados para gerar um produto projetado que satisfará as exigências dos clientes.

    No entanto, tal desenvolvimento requer uma série de testes preliminares a fim de avaliar a compatibilidade físico-química desses ativos. O solvente a ser escolhido e as proporções da formulação são passos indispensáveis para estabilizar as misturas com vários componentes. Dessa forma, testes qualitativos foram conduzidos para analisar a viabilidade de produtos multifuncionais que continham o seguinte: i) um redutor de fricção (Demtrol™ D-810 RF) e um inibidor de incrustação (Accent™ Scale Inhibitor 1125 e 1130) e ii) um sequestrante de H2S (Abate* S-200 Scavenger) e um inibidor de incrustação (Accent™ Scale Inhibitor).



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *