Tendência

Petrobras anuncia redução no preço do diesel

Preço do diesel cai e representa uma baixa de 3,5% no valor pelo qual o produto é vendido às distribuidoras

A Petrobras informou na última quinta-feira, dia 04, que vai reduzir o preço do diesel vendido às distribuidoras. O valor médio do litro passa de R$ 5,61 para R$ 5,41, uma redução de R$ 0,20 por litro, ou 3,57%. Com a redução, a parcela da Petrobras na composição do preço para o consumidor final passará de R$ 5,05 para R$ 4,87 por litro, em média. 

Segundo dados da Abicom (Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis), o preço do diesel está 9% acima do valor de importação. Dessa forma, a redução anunciada pela petroleira ainda está abaixo do valor médio de defasagem que corresponde a R$ 0,46. Além disso, os preços do diesel no Brasil estão 10% acima do praticado no Golfo do México, usado como referência para calibrar a paridade de preços em relação ao mercado internacional.

Um dos fatores que explicam essa diminuição é a desvalorização do petróleo ocorrida em junho. Na sequência, em julho, o preço do barril se estabilizou em torno de US$ 100, reflexo da piora das projeções com relação à economia mundial. Os temores de uma recessão global esfriam a demanda pelo produto, levando o preço a cair. Além disso, o cenário de incerteza da guerra na Ucrânia diminuiu, então já há um cenário de acordos de energia. A Rússia, que invadiu o território ucraniano, é uma das principais exportadoras mundiais do produto.

Outro motivo para essa redução apontado por especialistas é a aprovação no Congresso de uma lei que estipulou um teto de 17% a 18% no ICMS cobrado pelos estados sobre combustíveis, conta de luz e serviços de comunicação e transporte público. A lei foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro em 23 de junho.

Petrobras anuncia redução no preço do diesel

Preço do diesel e o transporte de carga

Desde julho de 2021, o preço do diesel passou por inúmeras altas. Assim, em junho de 2022 o combustível era vendido por uma média de R$ 5,61 por litro. O diesel é usado principalmente para o abastecimento de veículos de carga, como caminhões.

Representantes da categoria dos caminhoneiros, acreditam que a redução do valor do diesel pode ser positiva no combate à inflação se chegar às bombas. Mas apesar da redução, o preço do diesel ainda está longe do ideal. Enquanto o preço do diesel estiver acima do da gasolina o problema ainda não estará resolvido.

Aproximadamente 65% de tudo o que é produzido e consumido no Brasil chega no destino final por meio de rodovias, Logo, o preço do diesel não afeta somente o transporte de cargas. Impacta também o transporte de passageiros, elevando os custos e gerando dificuldades para as empresas do setor. Outro reflexo é a elevação da tarifa, o que pesa no bolso dos usuários dos ônibus e atinge a mobilidade urbana.

Segundo a Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC & Logística), o diesel corresponde de 30% a 35% dos custos de transporte rodoviário de cargas no país. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios