OTC: 37 empresas comprovam capacidade para exportar

Soluções que estão respaldadas em alguns diferenciais competitivos. “Somos a única empresa de engenharia e TI especializada em comissionamento e que desenvolveu e comercializa um Sistema de Gestão de Comissionamento”, frisa Fares. “Além disso, oferecemos uma solução completa de comissionamento envolvendo sua engenharia & planejamento, execução das atividades de campo e gestão, e coordenação”, afirma o executivo, com boas perspectivas de negócios. “Em 15 anos, temos mais de 100 projetos de comissionamento realizados não apenas no setor de O&G, mas também nos de mineração, energia, infraestrutura, petroquímico, naval e de biocombustíveis”.

Petróleo & Energia, Rubião concentra esforços nas atividades envolvidas com EPC
Rubião concentra esforços nas atividades envolvidas com EPC

Gestão de EPC – Outra empresa brasileira de engenharia, a Radix, que também participa da OTC há quatro anos segue os mesmos passos, mas em áreas diferentes. “Decidimos dar destaque às nossas soluções para a gestão de interfaces em grandes projetos de EPC (Engenharia, Compras e Construção), envolvendo diversos fornecedores de módulos e equipamentos“, explica o presidente Luiz Eduardo Rubião.

Uma ferramenta chave para um dos pontos mais delicados de empreendimentos brasileiros, o EPC, que vem enfrentando problemas de prazos e entrega. A metodologia dessa solução está baseada em processos e sistemas que visam garantir que todos os contratados de um empreendimento trabalhem com as informações corretas, evitando problemas de comunicação e atrasos, sem onerar o projeto.

“No caso das oito plataformas replicantes do pré-sal, o número de interfaces entre a Petrobras e seus contratados é enorme. Foi justamente para lidar com esse desafio que desenvolvemos o sistema: ele possibilita que todos trabalhem com a informação correta e atualizada, evitando inconsistências justamente nas interfaces entre um contrato e outro”, observa Flávio Guimarães, sócio e diretor de novos negócios da Radix.

“Acreditamos que esse conhecimento adquirido pode ser perfeitamente utilizado em outras situações comuns no mercado de óleo e gás”, comenta Rubião. Ele informou que a Radix abriu há menos de um ano uma subsidiária no Texas. “Queremos buscar novos clientes internacionais, e, especialmente, na área de Houston para a serem atendidos pela Radix US”, explica. Segundo ele, as expectativas são boas, pois os contatos feitos na OTC podem trazer novos projetos e trabalhos tanto para a filial como para o time baseado no Rio de Janeiro.

[toggle_box title=”O Pavilhão Brasil” width=”530″]

Organizações – Abenav, ANP, AGDI, FIRJAN, ONIP e OTC BRASIL 2015

Companhias – Açoforja, Adelco,  Altona, Altus, Chemtech, CSL, EBR, Emdoc, Fechometal, Ferral, Flexomarine, Forship, Gascat, Grupogp/Swanson, LFM, Keppel Fels Brasil, Laboceano, MFX do Brasil, MRM, Navium, Netzsch, Nuclep, Oceanica, Orteng, Oxifree, Poland, Radiomar, Radix, Rio Engenharia, Rockwell Automation, Roxtec, Sandech, STX Engemar, Superquip, Vanasa, Vulkan do Brasil
e Weg.

[/toggle_box]

Página anterior 1 2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios