ONS melhora previsão para carga de energia e nível de reservatórios em janeiro

Para os lagos das usinas do Sudeste/Centro-Oeste, projeção é que capacidade chegue a 69% em janeiro, ante 67% projetados anteriormente

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) passou a prever uma queda menor da carga de energia em janeiro, ao mesmo tempo em que elevou a estimativa para o nível de reservatórios de hidrelétricas do Sudeste/Centro-Oeste no fim do mês, segundo boletim.

Para a carga, o órgão estima agora recuo de 1,4% frente a janeiro de 2022, ante queda de 2,2% prevista na semana passada. Já para os lagos das usinas do Sudeste/Centro-Oeste, o ONS projetou que cheguem ao final de janeiro com 69% da capacidade, contra 67% projetados anteriormente.

O órgão fez ainda ajustes nas estimativas para o volume de chuvas que deve chegar às hidrelétricas do país no mês. No Sudeste/Centro-Oeste, a previsão passou de 122% da média histórica para 120% em janeiro; no Nordeste, de 108% para 106%; e no Norte, de 156% para 152%. Já no Sul, a estimativa foi elevada de 84% para 93%.

No começo do mês, a ONS havia previsto queda da carga de energia elétrica no Brasil em janeiro, ao mesmo tempo que ajustou para cima suas estimativas para nível de reservatórios e chuvas no Sudeste/Centro-Oeste ao final do mês. Para a carga, o órgão projetou recuo de 0,8% no primeiro mês de 2023 no comparativo anual, contra uma alta de 1,6% prevista.

ONS monitoramento de energia

Monitoramento do Sistema Elétrico

Ainda sobre o monitoramento de energia, o governo federal anunciou no início do mês de janeiro um gabinete de crise para acompanhar o caso da derrubada de torres de transmissão de energia elétrica.

O Gabinete de Acompanhamento da Situação do Sistema Elétrico Brasileiro foi instalado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) com coordenação do Ministério de Minas e Energia (MME) e da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O grupo vai trabalhar para manter a segurança do Sistema Interligado Nacional (SIN) e, segundo o ONS, já está “adotando medidas tradicionalmente implementadas em eventos especiais como, por exemplo, Eleições e Copa do Mundo e Olimpíadas”. “Ao longo do trabalho de monitoramento, o Operador foi comunicado de quedas de torres, mas nesta época do ano de condições climáticas severas, o incidente pode ser considerado normal. Neste momento, as causas estão sendo investigadas pelos respectivos agentes”, cita o documento.

ONS

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) é o órgão responsável pela coordenação e controle da operação das instalações de geração e transmissão de energia elétrica no Sistema Interligado Nacional (SIN) e pelo planejamento da operação dos sistemas isolados do país, sob a fiscalização e regulação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

 

Instituído como uma pessoa jurídica de direito privado, sob a forma de associação civil sem fins lucrativos, o ONS foi criado em 26 de agosto de 1998, pela Lei nº 9.648, com as alterações introduzidas pela Lei nº 10.848/2004 e regulamentado pelo Decreto nº 5.081/2004.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios