Indústria Naval

NAVALSHORE – Novidades para a construção naval

Rose de Moraes
26 de junho de 2012
    -(reset)+

    Petróleo & Energia, NAVALSHORE - Novidades para a construção navalAKZO NOBEL

    Por meio de sua unidade de ne­gócios International Paint, o grupo holandês AkzoNobel exibirá alguns produtos já conhecidos no mercado na­val, como o Intersleek 900, revestimento à base de fluorpolímero que age contra a incrustação nas superfícies navais e gera economia de combustível, e a linha de acabamentos Interfine 979 e 878. Aproveitará também para lançar o Intershield 300HS, que atende à norma IMO/PSPC e pode ser aplicado em tanques de água potável, o Interplate Zero, um shop primer base água (zero VOC), o Intershield 803, com elevada resistência ao impacto e à abrasão, ten­do sido desenvolvido para o interior de porões de carga de navios graneleiros, e o Interline 994, que possui resistência a uma variada gama de produtos químicos e deri­vados de petróleo. Com isso, a International Paint reforça a oferta de soluções adequadas e com alta tecnologia para todos os tipos de necessidades.

    AVEVA

    Conhecida fornecedora de soluções para gerenciamento de dados e informações para engenharia, com 45 anos de atuação, a Aveva pretende expor aos visitantes da Navalshore alternativas de integração de sistemas que permitam elevar a eficiência operacional da construção naval, promovendo redução de tempos e custos desde a concepção até a entrega dos projetos. Além do estande, a Aveva participará das apresentações técnicas, incumbindo ao especialista de apoio a vendas Ricardo Rabelo apresentar a pa­lestra sobre a estratégia integrada para a construção naval, marcada para o dia 2 de agosto, entre 9h e 13h, na sala 5 do Centro de Convenções Sulamérica.

    BALG

    Levará para a Navalshore suas novidades em juntas de expansão para o setor. Entre elas a junta de expansão com fole de aço inoxidável; junta de expansão com fole não-metálico; jun­tas de expansão cardânicas de grande porte e capazes de suportar altas temperaturas.

    Petróleo & Energia, NAVALSHORE - Novidades para a construção navalCUMMINS

    A divisão Cummins Marine apro­veita o encontro do setor naval para lançar o motor de maior potência em alta rotação já produzido em todo o mundo, além do gerador de bordo QSM 11-CP, projetado exclusivamente para atender às exigências do setor marítimo, disponível nas potências de 250 kWe e 300 kWe.

    Petróleo & Energia, NAVALSHORE - Novidades para a construção navalDREW MARINE

    Atenta à baixa qualidade dos com­bustíveis, ao aumento dos custos e ao acirramento das regulamentações oficiais, a Drew Marine investiu para oferecer ampla gama de produtos e serviços para facilitar o gerenciamento do uso de combustíveis e dos proble­mas a eles associados. Mediante análise prévia do óleo, essas soluções identifi­cam não-conformidades e apresentam alternativas para reduzir despesas de manutenção e custos operacionais. A empresa foi pioneira no suprimento de aditivos de lubricidade para com­bustíveis navais e oferece estrutura de suporte técnico, bem como de treinamento de pessoal.

    GHENOVA

    O grupo empresarial divulgará na feira a abertura de sua nova filial, desta vez na Holanda, mediante joint venture com a Maritime Design & Engineering Services, bem como a evolução positiva dos negócios no Brasil, a exemplo do contrato celebrado com o estaleiro STX Pomar para desenvolver toda a engenharia dos oito navios ga­seiros encomendados pela Transpetro. A Ghenova adquiriu recentemente a empresa de tecnologia galega Tecnor.

    MAN

    A MAN Diesel & Turbo Brasil apresenta sua estrutura distribuída em sete localidades no país, do Rio de Janeiro a Manaus, com mais de 300 funcionários, contando com centro de treinamento para funcionários e clientes em operação e manutenção de turbomáquinas, operando um centro de reparos complexos em Petrópolis- RJ e atendimento integral, 24 horas por dia. Os motores da MAN são apli­cados em todos os segmentos navais, de navios a plataformas de petróleo, com as seguintes características prin­cipais: motores de quatro tempos com potências unitárias de 500 a 21.600 kW, para uso em grupos geradores ou sistemas de propulsão, com a possibi­lidade de fornecimento de conjuntos completos de propulsores, incluindo motores, caixas redutoras, hélices de passo controlável e comando remoto, ideais para embarcações offshore de todos os tipos. Nos motores de dois tempos, em baixa rotação, atua em potências de 2.000 a 97.300 kW, com a possibilidade de fornecer pacotes completos de propulsão com passo controlável. Motores na versão ele­trônica (ME) permitem otimizar o consumo, melhorar o controle em baixa carga e a adaptação a diferentes qualidades de combustível e controle da emissão de poluentes. Podem admitir a queima de gás na versão bicombustível.

    MTU

    A empresa está ampliando em 60% sua área fabril voltada para o setor naval e offshore,em São Paulo, com a meta de ampliar o índice de nacionalização de seus motores e ge­radores de propulsão. Terá destaque o grupo gerador de 18.000 kWe e 18 t de peso, que pode ser aplicado em siste­mas de propulsão diesel-elétrica para barcos de apoio do tipo PSV4500. Por enquanto, o motor desse gerador ainda é importado da Alemanha, mas passará a ter produção local.


    Página 1 de 212

    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *