Indústria Naval

Marintec South America: Acordo com coreanos promove tecnologia

Bia Teixeira
3 de outubro de 2014
    -(reset)+

    Petróleo & Energia, Choi e Mendonça: negócios crescentes

    Choi e Mendonça: negócios crescentes

    A troca de conhecimento e tecnologia entre as empresas da indústria naval do Brasil e da Coreia do Sul é um dos objetivos do acordo de intenções firmado entre a Abenav e a Kita (Korea International Trade Association), organização privada de fomento às exportações e importações sul-coreanas. Segundo ele, a Coreia do Sul detém 30% do market share da indústria naval mundial.

    A ideia é incentivar a presença de corporações sul-coreanas no mercado brasileiro, como já acontece com as japonesas, segundo Mendonça “A cadeia de fornecimento sul-coreana é muito bem organizada e o seu nível tecnológico é internacionalmente reconhecido; a indústria brasileira tem muito a ganhar com uma integração maior entre os dois países”, avalia.

    O diretor geral da Kita, Jungseok Choi, mostrou-se animado com a perspectiva de um incremento de volume de negócios entre Brasil e Coreia do Sul, mesmo considerada a restrição de conteúdo local. “Seria bem mais fácil se não houvesse regulamentações e se os dois países tivessem um acordo de livre comércio, mas a perspectiva, ainda assim, é excelente”, declarou.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *