Fenasucro & Agrocana: lançamentos e novidades para geração e distribuição de energia

Feira em São Paulo apresenta as principais tendências das práticas ESG e exibe aos visitantes novas tecnologias relacionadas ao setor sucroenergético

Entre os dias 16 e 19 de agosto, a Fenasucro & Agrocana retoma sua versão presencial na cidade de Sertãozinho, São Paulo, no momento em que o setor sucroenergético atesta sua importância estratégica não só para o Brasil, mas também para o mundo.

 

Baseada na agenda global das práticas ESG, a edição deste ano receberá mais de 40 mil visitantes compradores do Brasil e de 23 países, que devem fomentar R$ 5 bilhões em negócios. De acordo com o diretor da Fenasucro & Agrocana, Paulo Montabone, muitas dessas tecnologias foram pensadas justamente para reduzir o consumo de combustíveis fósseis, minimizando o efeito estufa e a emissão de gases na camada de ozônio: 

 

“Pensar processos que proporcionem mais qualidade de vida e exijam menos da natureza é uma tarefa desafiadora e urgente, pois, apenas assim, teremos um planeta melhor para todos e com compromissos ambientais mais factíveis a médio e longo prazo”. A Fenasucro & Agrocana contará com a exposição de mais de 3 mil produtos nacionais e internacionais em sua plataforma de alternativas e soluções para o setor de bioenergia.

 

Energia consciente e sustentável

Roberto Payaro, presidente da Novvalight
Roberto Payaro, presidente da Novvalight na Fenasucro & Agrocana

A Novvalight, fabricante de luminárias industriais, é uma das expositoras confirmadas na Fenasucro & Agrocana, e deve apresentar quatro soluções para projetos luminotécnicos – família Cityled, Nextled, Innova, Everled e Matrix. “Nossas soluções são baseadas em estudos luminotécnicos personalizados. Para o setor de energia, a eficiência energética e a preocupação com meio ambiente, economia, menos manutenções, garantia e durabilidade fazem parte do nosso portfólio e são diferenciais que atendem a expectativa de todos dos setores de maneira geral”, afirma o presidente da Novvalight, Roberto Payaro. 

Iluminação de qualidade é um componente fundamental para espaços destinados ao trabalho, circulação de pessoas e mercadorias. A quantidade ideal de luz deve ser capaz de gerar conforto visual para bom desempenho na execução das tarefas e segurança a quem transita. 

“A vida útil de uma luminária é uma somatória de fatores que contribuem para sua durabilidade, entre eles, destaca-se vedação, resistência, dissipação de calor e materiais utilizados. Gastar menos energia é o desejo de empresas e indústrias que utilizam a tecnologia led, medida simples com impacto positivo na economia, principalmente quando existem muitos pontos de luz. Nossos produtos acompanham certificado de garantia de até cinco anos e o suporte ao cliente é realizado na própria fábrica por um time especializado”, enfatiza Payaro.

Bioeletricidade

E por falar em energia, o setor de bioeletricidade pode contribuir – e muito – caso o país precise de oferta de eletricidade para eventual crescimento econômico e mesmo para suprir a frota de veículos elétricos. Hoje, o setor aproveita apenas 15% do potencial de geração de bioeletricidade para a rede. Em 2021, essa geração foi de 20 mil gigawatts-hora (GWh), mas pode ir para 151 mil GWh.

O setor sucroenergético tem plenas condições de ajudar a suprir a oferta de energia no curto prazo – o que não é possível com hidrelétricas, que exigem processo demorado por questões como a ambiental. Biogás, biometano, etanol de milho, potencial de bioeletricidade. É diante desse cenário otimista e de muitas perspectivas positivas que a Fenasucro & Agrocana retoma a sua versão presencial para impulsionar ainda mais todas essas tendências. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios