Engenheiro de Petróleo e Gás: o que faz esse profissional?

Veja as áreas de atuação e o mercado de trabalho.

O engenheiro de petróleo e gás é um profissional que trabalha na exploração, produção e processamento de petróleo e gás natural. Essa profissão é bastante importante para o setor energético, já que o petróleo e o gás são fontes de energia fundamentais para a economia mundial. Neste artigo, saiba mais sobre a profissão, suas áreas de atuação e como se tornar um profissional nessa área.

O que faz um Engenheiro de Petróleo e Gás?

O engenheiro de petróleo e gás tem diversas responsabilidades no setor. Ele trabalha desde a exploração e produção até o processamento e distribuição dos combustíveis fósseis. Dentre as suas funções, podemos destacar:

  • Estudar e avaliar as reservas de petróleo e gás natural;
  • Projetar e supervisionar a construção de poços de petróleo e gás;
  • Coordenar a perfuração de poços e a extração de petróleo e gás;
  • Desenvolver processos de produção, armazenamento e transporte de petróleo e gás;
  • Desenvolver tecnologias e soluções para aprimorar a produção e a eficiência energética do setor;
  • Trabalhar em equipes multidisciplinares, que incluem geólogos, geofísicos e técnicos de segurança.

Áreas de atuação

A área de atuação do engenheiro de petróleo e gás é bastante ampla. Ele pode trabalhar tanto em empresas de exploração e produção de petróleo e gás quanto em empresas de consultoria, pesquisa e desenvolvimento de tecnologias energéticas. Algumas das áreas mais comuns em que um engenheiro de petróleo e gás pode atuar são:

  • Exploração e produção de petróleo e gás natural;
  • Processamento e refino de petróleo e gás natural;
  • Distribuição e comercialização de combustíveis;
  • Pesquisa e desenvolvimento de tecnologias para o setor energético;
  • Consultoria e serviços técnicos especializados.

Leia também:

Como se tornar um engenheiro de petróleo e gás?

Para se tornar um engenheiro de petróleo e gás, é necessário cursar uma graduação em engenharia de petróleo ou engenharia de petróleo e gás. Esses cursos têm duração média de 5 anos e são oferecidos em universidades públicas e privadas de todo o país.

Além do curso de graduação, é importante que o estudante busque aprimorar seus conhecimentos por meio de cursos de pós-graduação, especializações e cursos técnicos na área de petróleo e gás. Isso pode ajudá-lo a se destacar no mercado de trabalho e aumentar suas chances de conseguir uma boa colocação.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho para engenheiros de petróleo e gás é bastante amplo, principalmente no Brasil, que é um dos maiores produtores e exportadores de petróleo do mundo. No entanto, o setor passou por mudanças significativas nos últimos anos, com a queda do preço do petróleo no mercado internacional e a crescente demanda por fontes de energia renováveis.

O Engenheiro de Petróleo e Gás pode atuar em empresas petrolíferas e petroquímicas, seja individualmente ou coordenando equipes de trabalho. Este profissional está preparado para trabalhar na produção industrial, avaliando os riscos para os funcionários e o meio ambiente. Além disso, ele pode atuar em órgãos públicos, tanto municipais quanto estaduais e federais, bem como em órgãos de fiscalização ambiental.

Petróleo & Energia, Bunge abre inscrições para o Programa Jovens Engenheiros

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios