Capital paulista registra novo aumento no preço da gasolina no final de fevereiro

Desta vez, o preço médio do litro ficou em R$ 5,144 na bomba. Também houve bastante diferença de valores entre os bairros, algo em torno de 64%.

A quarta semana de fevereiro foi de novo aumento no preço da gasolina na cidade de São Paulo. O preço médio do litro ficou em R$ 5,144 na bomba, que corresponde ao aumento de 1,61% em relação ao registrado na terceira semana (R$ 5,062), segundo o levantamento da ValeCard  realizado entre os dias 20 e 26. 

Pela pesquisa foi registrada grande variação de preço entre os bairros, com diferença que chega a 64%. A região com valor mais alto foi a Chácara Itaim, onde o valor médio praticado chegou em R$ 7,190 o litro. O oposto ocorreu no bairro Socorro, com gasolina a R$ 4,380 o litro. 

Veja a comparação de bairros a partir do aumento no preço da gasolina: 

Menores preços
  Bairro Valor médio (R$)
Socorro 4,380
Parque Boa Esperanca 4,528
Chácara Califórnia 4,566
Vila Lageado 4,580
Bosque da Saúde 4,590
Jardim Paulistano 4,625
Imirim 4,654
José Bonifácio 4,655
Jardim Modelo 4,690
Capão Redondo 4,690
Maiores preços
Bairro Valor médio (R$)
Jardim Paulista 6,750
Moema 6,830
Santa Cecília 6,990
Ibirapuera 6,990
Parque Colonial 6,990
Brooklin Paulista 6,990
Pinheiros 6,990
Alto de Pinheiros 7,065
Cidade Monções 7,179
Chácara Itaim 7,190
 AUMENTO NO PREÇO DA GASOLINA
AUMENTO NO PREÇO DA GASOLINA

IMPOSTOS FEDERAIS – Nesta última segunda-feira (27), o ministro da Fazenda, Fernando Haddad anunciou o retorno dos impostos para este setor. Ou seja, além do aumento de 1,61% no preço da gasolina na semana passada na cidade de São Paulo, logo deve ter outra elevação na capital paulista e no restante do Brasil. Com a tributação, o etanol não escapa: também sofrerá reajuste, mas o valor será menor. O objetivo do governo federal é justamente incentivar o uso do combustível menos poluente, já que a queima do álcool emite menor quantidade de gases poluentes para a atmosfera.

Agora, a gasolina paga R$ 0,47, apesar da Petrobras ter reduzido o preço na refinaria em R$ 0,13. A expectativa do governo federal é que o preço da gasolina suba na bomba R$ 0,34. Já o etanol, apenas mais R$ 0,02. Mas, como a prática do preço da gasolina é livre no Brasil, é importante frisar que quase todas as capitais devem seguir com o preço deste combustível mais vantajoso do que o etanol. De acordo com simulações de O GLOBO, baseadas na Agência Nacional de Petróleo (ANP), o  etanol poderá ser mais conveniente pelo novo tributo apenas em Cuiabá e Manaus.

Existe uma conta simples para avaliar se o etanol é mais barato para você: multiplique o preço do litro da gasolina informado no posto por 0,7. Se o resultado for menor do que o valor do etanol, você já sabe que a gasolina está mais vantajosa. Isso se dá porque os motores dos veículos gastam mais quando são abastecidos com etanol: o desempenho de cada litro deste tipo de combustível representa 70% do da gasolina. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios